27º Faro Future 2018

27º Faro Future Portugal 2 – 24 de Fevereiro a 4 de Março de 2018

Pelo 26º ano consecutivo o nosso clube vai organizar o torneio de 15 mil dólares “Faro Future” que conta para o ranking mundial ATP entre os dias 24 de Fevereiro e 4 de Março.

Os jogos vão decorrer diariamente entre as 9h e as 19h e têm entrada livre.

Mais informações

24 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

Nunes, Morgan, António, Luís e Dias triunfam também

José Ricardo Nunes, Evan Morgan, João António, Tomás Luís e Francisco Dias triunfaram também na ronda inaugural do “qualifying” do Faro Future Portugal 2, que se iniciou neste sábado, no Centro de Ténis de Faro.

Evan Morgan levou a melhor sobre o argentino Valentin Salomon, por 3-6, 6-3 e 6-4, e José Ricardo Nunes impôs-se ao irlandês Dorian Kos, por 6-4 e 6-3.

João António assinou um duplo 6-2 frente ao russo Zakhar Trapeznikov, Francisco Dias afastou o nono cabeça de série, o francês Antoine Walch, por 7-6 (6) e 6-2, e Tomás Luís foi mais forte do que o italiano Francesco Denicoloi, por 7-5 e 6-1.

Pedro Graça cedeu perante o holandês Alban Menffels, por 6-1, 3-6 e 6-1, e Bernardo Serra Vieira foi forçado ao abandono no encontro com Rafael Mazon-Hernandez, numa altura em que o português estava a vencer por 3-2 na terceira partida. O espanhol foi declarado vencedor do encontro, fechado com os parciais de 7-5, 2-6 e 3-2.

Afonso Portugal, Daniel Batista, André Rodeia, Guilherme Sousa Severin, Martim Leote Prata e Tomás Almeida vão também jogar a primeira ronda do “qualifying” do segundo “Future” em Portugal, neste ano.

Noticia FPT

Daniel Rodrigues, João Graça e Nuno Carmelo vencem

Daniel Rodrigues, João Graça e Nuno Carmelo venceram na ronda inaugural do “qualifying” de singulares do Faro Future Portugal 2, prova pontuável para o “ranking” ATP.

Enquanto Daniel Rodrigues superou Bernardo Gândara, por 6-1 e 6-3, João Graça superiorizou-se ao espanhol Alex Briceno Lillo, com um duplo 6-0.

Nuno Carmelo logrou levar a melhor sobre o austríaco Aleksandar Tomas, por 6-3, 4-6 e 6-2.

Miguel Gomes foi afastado pelo francês Tony Bourcet, por 6-4 e 6-2, Pedro Alves não conseguiu encontrar argumentos para vencer o ucraniano Illia Stoliar, vencedor com 6-1 e 6-4, e Bernardo Lemos Gomes acabou eliminado pelo espanhol Juarez Caro, por 6-1 6-2.

José Maria d’Orey cedeu frente ao francês Paul Cayre, por 6-1 e 6-2, Pedro Brandão permitiu um duplo 6-0 ao estónio Hristjan Tamm e Afonso Matias consentiu 6-3 e 6-4 ao italiano Daniil Testa.

Duarte Nuno Teixeira não conseguiu evitar a vitória do holandês Bart van den Berg, sétimo cabeça de série, por 6-1 e 6-0, e Tomás Anacleto começou bem com o espanhol Gianmarco Amatiste, mas acabou por baquear, por 5-7, 6-0 e 6-0.

José Ricardo Nunes, Bernardo Serra Vieira, João António, Evan Morgan, Tomás Luís, Francisco Dias, Afonso Portugal, Daniel Batista, Pedro Graça, André Rodeia, Guilherme Sousa Severin, Martim Leote Prata e Tomás Almeida jogam também neste sábado a ronda um.

Noticia FPT

23 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

«Qualifying» começa no sábado com 25 portugueses

O “qualifying” de singulares do Faro Future Portugal 2, com quatro rondas, começa na manhã de sábado, com a participação de 25 tenistas portugueses.

José Maria d’Orey, Bernardo Serra Vieira, João António, Afonso Matias, Evan Morgan, Pedro Graça, Tomás Luís, Francisco Dias, Afonso Portugal, Daniel Batista, André Rodeia, Pedro Brandão, Tomás Anacleto, Guilherme Sousa Severin, Martim Leote Prata, Nuno Carmelo, José Ricardo Nunes, Duarte Nuno Teixeira, Bernardo Lemos Gomes, Pedro Alves, Tomás Almeida, João Graça, Miguel Gomes, Bernardo Gandara e Daniel Rodrigues vão discutir os oito lugares no quadro principal de singulares.

Noticia FPT

 

17 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

Centro de Ténis de Faro: Há 34 anos a promover o desporto e a atividade física

Realiza-se, de 24 de fevereiro a 4 de março, a 27.ª edição do «Faro Future Portugal 2», prova organizada pelo Centro de Ténis de Faro e pela Junta de Freguesia do Montenegro, com um prize money de 15 mil dólares e a contar para o ranking mundial do ATP Tour. O torneio é um dos maiores eventos desportivos do concelho de Faro e há mais de três décadas que o Centro de Ténis de Faro se dedica a promover o desporto e o exercício físico junto de miúdos e graúdos.

Texto: Daniel Pina | Fotografia: Daniel Pina

O Centro de Ténis de Faro (CTF) comemorou, no dia 11 de fevereiro, 34 anos de existência e muito do seu crescimento se deve, sem dúvida, ao sócio fundador e Presidente da Direção José Rosa Nunes, mercê de uma enorme paixão por esta modalidade e de muita carolice em prol do clube da terra e da causa do desporto. Com passos seguros, sem grandes atropelos, se tem feito a história do CTF, com classes logo a partir dos três anos de idade (baby ténis). “Temos à volta de 300 sócios e todos os dias o clube é frequentado por mais de 100 pessoas. De há 15/20 anos para cá existem seis campos, depois de termos iniciado a atividade com três. Mais recentemente temos crescido bastante no padel, já com seis campos também. A tudo isto soma-se um campo de futebol”, descreve o professor numa rápida visita às instalações.

Os sócios são praticamente todos de Faro, com o remanescente a serem turistas que estão de férias no concelho – não estivéssemos nós a poucos minutos de distância do Aeroporto Internacional de Faro – mas também alunos da Universidade do Algarve, com o polo das Gambelas logo ao virar da esquina. “Normalmente são jovens que praticavam ténis nas suas localidades de origem e aqui têm possibilidade de dar continuidade à sua paixão por esta modalidade”, refere, confirmando igualmente que a maior parte dos associados frequentam o CTF simplesmente por lazer. Apesar disso, a equipa do clube é sobejamente conhecida pelos seus resultados de excelência nos campeonatos regionais e nacionais, tanto no ténis como no padel, para orgulho do entrevistado. “Todos os anos ganhamos títulos, o que só é possível graças ao muito trabalho e empenho destes atletas e dos seus treinadores. Normalmente é a partir dos 10 anos que os miúdos escolhem qual é a sua grande paixão, é o momento de se fazer a triagem daqueles que pretendem seguir o rumo da competição. Dos três aos 10 anos, a nossa maior preocupação é motivar os jovens para as boas práticas desportivas e para ocuparem os tempos livres de forma saudável e com muito exercício físico”, salienta.

Noticia Algarve Informativo

16 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

Revista Algarve Informativo #144

15 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

Future Portugal 2 é “evento desportivo de referência” em Faro

Future Portugal 2 é "evento desportivo de referência" em FaroJosé Rosa Nunes, Paulo Santos, Steven Piedade e Custódio Moreno num dos campos do Centro de Ténis de Faro

Com a participação de mais de 200 tenistas, oriundos de 40 países, o Faro Future Portugal 2 está de volta ao Centro de Ténis (CT) de Faro (Gambelas) para a sua 27ª edição, de 24 de fevereiro a 4 de março, com a inédita transmissão da final, em direto, na SportTV.

A contar para o ranking mundial ATP Tour e com um prize money de 15 mil dólares, “este é, sem dúvida, a grande referência de eventos desportivos” na capital algarvia, considera Paulo Santos, vice-presidente da autarquia farense em conferência de imprensa, esta quarta-feira.

No total serão 10 horas diárias de ténis consecutivamente ao longo de 12 dias, uma vez que haverá, nos dias 21, 22 e 23, um pré-qualifying do qual resultarão dois ‘Wild Cards’ para os jogadores que disputarem a final, sendo que o vencedor será colocado no quadro principal e o segundo classificado disputará a fase de qualificação.

“Há uma semana tínhamos cerca de 600 inscritos. Devido à afluência damos a oportunidade aos jogadores que ficam de fora de terem ainda a possibilidade de entrar no torneio oficial e, assim, acabamos por ter toda a gente a jogar”, explica José Rosa Nunes, presidente da Direção do CT Faro e fundador do torneio há 27 anos.

Nesta edição, Portugal é o país com maior representação (44 atletas), seguido de Espanha (43), França (19), Inglaterra (13), Brasil (12), Alemanha, Itália, Suiça e Holanda (10), numa competição que terá jogadores de países como a China, Japão e Austrália.

Destaque para Gonçalo Oliveira (203º do ranking mundial), natural do Porto mas a competir pelo CT Faro a nível nacional, o jogador que mais torneios ATP fez em 2017 ao disputar 45 provas em 52 semanas e que será primeiro cabeça de série no Faro Future Portugal 2, que terá também nos courts Frederico Gil (451º), entre outros nomes do ténis nacional e internacional.

Custódio Moreno, diretor regional do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), e Steven Piedade, presidente da Junta de Freguesia de Montenegro, também marcaram presença na conferência de imprensa e enalteceram a importância do torneio para a região.

A “prova de referência no ténis algarvio”, para o presidente, é “a cereja em cima do bolo”, para o diretor regional: “Estamos em fevereiro e o Algarve, em termos desportivos, não é só sol e praia e turismo. Temos a Volta ao Algarve, o Crosse das Amendoeiras em Flor e a Algarve Cup“, destacou Custódio Moreno.

O Faro Future é o principal dos três ‘futures’ que se jogam no Algarve entre fevereiro e março, com o primeiro a ter lugar em Vale do Lobo e o último a disputar-se em Loulé.

O torneio, que terá jogos diários das 9 às 19 horas, de entrada livre, é uma organização do CT Faro e da Junta de Freguesia de Montenegro e conta com o apoio da Câmara Municipal de Faro e do IPDJ.

Noticia Algarve Desporto

14 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

Faro vai respirar ténis durante 12 dias

O Centro de Ténis de Faro e a Junta de Freguesia do Montenegro levam a cabo, de 24 de fevereiro a 4 de março, o 27.º «Faro Future Portugal 2», torneio com prize money de 15 mil dólares a contar para o ranking mundial do ATP Tour e que, pela primeira vez na sua história, terá a final transmitida em direto pelo Sport TV. A novidade foi dada por José Rosa Nunes, presidente da direção do Centro de Ténis de Faro e da Associação de Ténis do Algarve durante a conferência de imprensa que teve lugar na manhã do dia 14 de fevereiro.

Por estes dias vai-se jogar ténis ao mais alto nível na freguesia do Montenegro, com mais de 200 atletas de 40 nacionalidades, com Portugal (44) e Espanha (43) à cabeça, mas a ação arranca logo a 21 de fevereiro, com um Pré-Qualifying disputado pelos tenistas que não entrarem diretamente para o quadro de participantes. “Estes torneios «Future» foram criados por mim há 27 anos e houve uma altura em que até se realizaram os três eventos todos em Faro, mas a situação era impossível de manter por muito tempo. Felizmente foi possível dividir as provas por outros clubes do Algarve, repartindo-se, atualmente, por Vale do Lobo, Loulé e Faro”, explicou o Diretor da Prova, acrescentando que a etapa farense dos «Future Portugal» é a segunda a ter lugar neste périplo pela região algarvia. “A maioria dos jogadores vem apenas por duas semanas, inscrevendo-se nas duas primeiras ou nas duas últimas. Deste modo, Faro apanha com toda a gente, o que faz com que nem todos possam competir”, observou o professor.

José Rosa Nunes, Paulo Santos, Steven de Sousa Piedade e Custódio Moreno

De facto, o limite máximo num torneio «Future» definido pela International Tennis Federation é de 160 atletas, de acordo com o ranking mundial, número que rapidamente foi ultrapassado, pelo que o Centro de Ténis de Faro decidiu criar um Pré-Qualifying que atribuirá dois wild cards, um para o quadro principal, outro para o Qualifying. “É uma oportunidade inclusive para aqueles que, entretanto, já foram eliminados do torneio de Vale do Lobo. Serão 12 dias importantes para o ténis nacional, para o Centro de Ténis de Faro e para a economia local”, antevê José Rosa Nunes.

A garantir que tudo corra pelo melhor está um staff de 20 pessoas, onde se incluem um juiz árbitro internacional Silver Badge e seis árbitros internacionais White Badge, mas também um médico e um fisioterapeuta, dois condutores para transportarem os atletas do hotel para o recinto desportivo e até dois seguranças, uma nova realidade em relação aos anos anteriores. “Teremos uma zona reservada para os jogadores no primeiro andar do clube, devido ao crescente perigo de aliciamento dos atletas em virtude das apostas online”, justificou, antes de realçar novamente a grande novidade da 27.ª edição do Faro Future Portugal 2, a transmissão em direto da final pela Sport TV, graças ao patrocínio da Câmara Municipal de Faro.

Quanto aos tenistas, José Rosa Nunes destacou o primeiro cabeça de série, Gonçalo Oliveira, natural do Porto mas que faz questão de competir pelas cores do Centro de Ténis de Faro. “É o jogador que mais torneios ATP fez em 2017, mais de 40, nunca se lesionou. Tem uma caravana e passa a vida a viajar de prova em prova, juntamente com o pai. É um dos nossos melhores tenistas da atualidade, joga em Challengers e está no número 203 do ranking mundial”, sublinhou o Diretor da Prova, aproveitando igualmente para agradecer o apoio da Junta de Freguesia do Montenegro e da Câmara Municipal de Faro, bem como do Instituto Português do Desporto e Juventude. “Estamos preparados para receber seja quem for e para mostrar o que há de melhor em Faro, nomeadamente em termos de ténis”, concluiu o presidente da Direção do Centro de Ténis de Faro.

A Junta de Freguesia do Montenegro abraçou este projeto desde a primeira hora, por ser “uma mais-valia evidente para o território”, nas palavras do presidente Steven de Sousa Piedade. “Durante estes 12 dias vamos ter a restauração, hotelaria e demais serviços cheios e os visitantes terão oportunidade para conhecer a freguesia, a cidade e o concelho. A Junta colabora em tudo o que está ao seu alcance, tanto em termos monetários como logísticos, e estamos na presença de uma prova de referência, a nível regional e nacional”, indicou o autarca.

Por sua vez, Paulo Santos, Vice-Presidente da Câmara Municipal de Faro, confirmou que o «Faro Future Portugal 2» é o principal evento desportivo que tem lugar no concelho de forma contínua, sobretudo pela presença de diversos atletas internacionais, o que justifica, por si só, o apoio da edilidade. “O Município esteve sempre ao lado do Centro de Ténis de Faro, mesmo nos anos de maior crise em que não lhe foi possível apoiar em termos financeiros. Apesar disso, a organização sempre conseguiu manter o torneio de ténis com um elevado padrão de qualidade”, apontou, adiantando que a contratação da cobertura televisiva do evento é importante face aos desafios que se avizinham, nomeadamente o aumento do prize money para os 25 mil dólares a partir de 2019, por imposição da ITF. “O torneio merece ter ainda maior notoriedade e a presença da televisão aumentará a sua exposição a quem não tem possibilidade de assistir às partidas ao vivo”.

O desporto será, de acordo com Paulo Santos, uma das apostas fortes da autarquia farense no presente mandato, seja através dos apoios financeiros aos clubes e associações, com regras perfeitamente estabelecidas, seja da recuperação dos equipamentos desportivos do concelho, tanto os municipais como os pertencentes aos próprios clubes. Requalificação que aconteceu igualmente no espaço do Centro de Ténis de Faro, em 2017, ao abrigo do PRID – Programa de Reabilitação de Instalações Desportivas, recordou Custódio Moreno, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude de Faro. “Organizar um evento desportivo qualquer pessoa consegue, manter a sua continuidade por muitos anos e com uma qualidade crescente como o «Faro Future Portugal 2» já não é para todos. E o Algarve não é apenas sol e praia, nem sequer é somente futebol. Em fevereiro temos a Volta ao Algarve em Bicicleta, o Cross das Amendoeiras em Flor de atletismo, a Algarve Cup de Futebol Feminino e o «Faro Future Portugal 2», que é a cereja em cima do bolo. Maior diversidade é difícil”, rematou Custódio Moreno.

Texto: Daniel Pina | Fotografia: Daniel Pina

Notícia Algarve Informativo

Ténis: Mais de 200 jogadores de 40 países disputam Faro Future Portugal 2

Mais de 200 tenistas de 40 países vão disputar nos «courts» do Centro de Ténis de Faro (CTF), entre 24 de fevereiro e 4 de março, o 27.º Faro Future Portugal 2, cuja grande novidade passa pela transmissão da final em direto na SportTV.

O evento, com um «prize-money» de 15 mil dólares e cuja organização conjunta reúne CTF e junta de freguesia de Montenegro, com apoio da autarquia farense e do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), foi apresentado na quarta-feira, na sede do CTF.

José Rosa Nunes, o diretor do CTF, que organiza a prova há 27 anos, destacou que este é o principal torneio de um circuito de três futures que se realizam no Algarve entre fevereiro e março, arrancando com Vale do Lobo e terminando em Loulé.

“Como o nosso torneio é o do meio, os tenistas que vêm ao Algarve e nunca disputam mais de duas provas escolhem sempre este e outro”, disse o responsável, salientando que mais de 600 tenistas se mostraram interessados em competir na capital algarvia.

A quantidade elevada de atletas presentes obrigou o Centro de Ténis de Faro a organizar um pré-qualifying, de 21 a 23 de fevereiro, que garante dois «wild-cards» para os finalistas: o vencedor jogará o quadro principal e o finalista vencido a fase de qualificação normal.

No total, durante 12 dias, mais de 200 jogadores vão passar pela capital algarvia, enchendo restaurantes e hotéis do concelho. “Este torneio foi e sempre será importante para ajudar a economia local”, sustentou José Rosa Nunes.

Pela primeira vez, de resto, o número de jogadores portugueses (44) suplanta o de espanhóis (43), com destaque para os três lusos com acesso direto ao quadro principal: Gonçalo Oliveira, 203.º do «ranking» mundial e primeiro cabeça de série, Frederico Silva (369.º) e o antigo n.º 1 português Fred Gil (451.º).

“Gonçalo Oliveira é um grande amigo nosso – apesar de ser do Porto, compete pela nossa equipa nos campeonatos nacionais e faz sempre questão de vir a este torneio. Ele tem uma autocaravana e percorre a Europa a competir: em 2017, disputou 45 provas em 52 semanas!”, destacou José Rosa Nunes.

José Rosa Nunes mostra lista de inscritos

França, Inglaterra, Brasil, Alemanha, Itália, Suíça, Holanda são outras das nações mais representadas, mas a lista de inscritos conta também com tenistas de Japão, China e Austrália.

Entre as novidades deste ano, o responsável realçou o facto de os jogadores terem um espaço reservado para si – com seguranças à porta – para evitar o “constante aliciamento” que os tenistas têm sofrido, nos últimos anos, de indivíduos interessados em apostas online.

De resto, a transmissão televisiva em direto da final – dia 4 de março, às 15:00 horas -, assegurada com o apoio da autarquia, que negociou com a SportTV, é o grande destaque deste ano.

“O nosso torneio é conhecido no Algarve, mas não tanto pelo país. É uma forma de chamar mais patrocinadores”, disse José Rosa Nunes, lembrando que, no próximo ano, as regras da Federação Internacional de Ténis vão impor o crescimento do «prize-money» para 25 mil dólares.

“Só passará a contar para o «ranking» internacional a partir desse nível de prémios monetários. E não queremos fugir a esse desafio”, sublinhou o presidente do Centro de Ténis de Faro.

Paulo Santos, vice-presidente da Câmara de Faro, Steven Piedade, presidente da junta de freguesia de Montenegro, e Custódio Moreno, delegado regional do IPDJ, estiveram presentes na conferência de imprensa, salientando a importância da prova no contexto desportivo regional.

Notícia Região Sul

7 DE FEVEREIRO 27º TORNEIO INTERNACIONAL DE TÉNIS “FARO FUTURE – PORTUGAL 2”

Conferência de Imprensa “FARO FUTURE PORTUGAL 2”

Vimos convidar toda a comunicação social para a apresentação do torneio internacional de ténis “Faro Future Portugal 2”.

Será às 12H00 do dia 14 de Fevereiro no Centro de Ténis de Faro, nas Gambelas, junto à Universidade do Algarve.

Este torneio vai decorrer no Centro de Ténis de Faro de 24 fevereiro a 04 de março, tem um prize money de 15 mil dólares, conta para o ranking mundial ATP Tour, tendo a participação de 200 jogadores de ténis, em representação de mais de 30 países.

O torneio “Faro Future Portugal 2” que já vai no seu 27º ano consecutivo tem como patrocinadores principais, a Câmara Municipal de Faro, Junta de Freguesia do Montenegro, Garrafeira Soares, Frangaria, Rialgarve, Hotel Baltum, Crédito Agrícola, Optimax, Decathlon, Artengo, GFI, Fiaal e FPT.

GABINETE DE IMPRENSA DO FARO FUTURES PORTUGAL 2

José Rosa Nunes (917 520 283 – 289 817 877 – centro@tenisfaro.com )